Arduino na Protoboard com ATMEGA328

203 views

Projetos definitivos utilizando Arduino não precisam, na maioria das vezes, de atualização constante do programa contido no microcontrolador. Depois que você testar o circuito na protoboard e estiver tudo ok, você pode transferir para uma placa de circuito impresso e, com alguns componentes adicionais, fazer com que ele funcione “sozinho”, através do ATMEGA328.

Assim você elimina, por exemplo, a necessidade do circuito regulador de tensão e também o chip de comunicação USB com o computador, composto pelo ATMEGA16U2.

ATMEGA328

Fique atento ao fato de que, utilizando o ATMEGA328 desta forma, a alimentação do CI deve ficar entre 1,8 e 5,5 volts, que são os valores limite fornecidos pelo fabricante e que constam no datasheet do microcontrolador.

Testar o ATMEGA328 fora da placa é bem simples e podemos usar praticamente o mesmo circuito que montamos para gravar o bootloader do post anterior, com o acréscimo de um push button para fazer a função de botão de reset, e 2 capacitores cerâmicos de 22 pF para ligação ao cristal.

Para facilitar o processo, a loja Baú da Eletrônica tem o Kit Arduino ATmega328P + Bootloader com todos os componentes que você precisar para montar o seu projeto.

Assumindo que temos um Arduino Uno, vamos colocar o microcontrolador no soquete e carregar o seguinte programa:

Programação

Esse programa aciona os 3 leds do circuito abaixo em sequência, e a variável TEMPO define o tempo que o led ficará ligado/desligado. A cada sequência a variável tem o valor diminuído, o que faz com que os leds acendam cada vez mais rápido. Quando a variável TEMPO atinge um valor menor do que 100 milisegundos, o processo é reiniciado.

Arduino na Protoboard
Figura 1 – Arduino na Protoboard

Com o programa carregado e devidamente testado, vamos agora utilizar o ATMEGA fora do Arduino Uno. Retire o microcontrolador, coloque-o na protoboard e monte o circuito abaixo, observando as conexões do ATMEGA328, sendo que agora vamos ligar o led verde à porta D4 (Pino 6 do ATMEGA), o led vermelho à porta D5 (pino 11 do ATMEGA), e o  led amarelo ao D6 (pino 12 do ATMEGA). O resistor ligado ao pino 1 (Reset) tem o valor de 10K :

ATMEGA328
Figura 2 – ATMEGA328

 

 

 ATMEGA328 na Protoboard
Figura 3 – ATMEGA328 na Protoboard

 

Alimente o circuito com pilhas/baterias ou outra fonte que forneça até 5.5 volts, e veja o seu ATMEGA328 funcionar sem uma placa Arduino.

 

Esse post é uma reprodução autorizada do original publicado no site Arduino e Cia.

 

Espero que tenha curtido este tutorial.  Para dúvidas e sugestões, faça seus comentários abaixo! Confira outros produtos em nossa loja!

(Visited 116 times, 1 visits today)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up