ATMEGA328P : Aprenda a gravá-lo com Módulo Conversor FTDI USB/SERIAL

250 views

Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje vamos mostrar como fazer a gravação do microcontrolador ATMEGA328P utilizando o módulo conversor FTDI USB/SERIAL.

A Empresa FTDI (Future Technology Devices Internacional) é de origem escocesa e foi fundada em 1992 por Fred Dart com aua especialidade em tecnologia USB. Tem como objetivo fornecer soluções completas que reduzam o risco de desenvolvimento, aprimoramento de recursos do sistema e tempo de comercialização mais rápido.

Empresa FTDI (Future Technology Devices Internacional)

A companhia fabrica os chips FT232R que é um conversor USB – UART, assim possibilitando a compatibilização dos hardwares antigos com os modernos.

O Módulo Conversor FTDI USB/SERIAL

Módulo Conversor FTDI
Módulo Conversor FTDI

O Módulo FTDI funciona como um conversor de USB para Serial, que permite comunicação de dispositivos TTL com computadores através da porta USB.

No Módulo temos os seguintes pinos

– DTR (Data Terminal Ready Control Output);
– RX (Receive Asynchronous Data Input);
– TX (Transmit Asynchronous Data Output);
– VCC (Alimentação do módulo – 3.3V a 5.25V);
– CTS (Clear to Send Control input);
– GND (Pino terra do módulo).

Para saber mais sobre o módulo FTDI FT232 acesse: DataSheet

Ainda podemos ver acima que podemos selecionar a tensão de operação (3.3V ou 5V) através de um jumper.

No exemplo deste post gravaremos um código no microcontrolador ATMEGA328P através do conversor USB/RS232 FTDI.

Pinagem ATMEGA328P de 8 bits
Pinagem ATMEGA328P de 8 bits

O Circuito

Um ponto que tem que ser ressaltado é o circuito que deve ser montado no próprio pino do RESET (1) do microcontrolador. Quando a placa é gravada, o pino DTR envia 0V para o terminal do capacitor, assim fechando o circuito.

ATMEGA328P

No momento que o circuito é fechado (t=0s), o capacitor funcionará como um curto- circuito assim enviando 0V ( nível lógico 0) para o pino de RESET do Arduino, desta forma possibilitando a transferência de dados para o microcontrolador.

Obs: É necessário “resetar” o microcontrolador para carregar o programa no mesmo, por isso é feito o processo descrito acima.

Material Utilizado

Pino DRT do conversor (0V ou 5V)

 

Montado o circuito, carregue o programa do pisca LED sem se esquecer de selecionar a placa na IDE (Ferramentas – Placa – Arduino / Genuino Uno) e a Porta COM.

Não se esqueça de gravar o bootloader antes de realizar todo este processo.

No exemplo deste post foi gravado um programa pisca LED, conectado no pino 19 do microcontrolador, equivalente ao pino 13 que tem que ser declarado na IDE, conforme mostrado no diagrama da figura do Circuito.

Envie seu projeto para nós usando a hashtag #ProjetoComBau e visite nossa loja!

(Visited 243 times, 1 visits today)